televiso burra

Devo avisar, antes de começar esta crônica, que os leitores serão alvejados por um espasmo cultural. Afinal, os desenlaces românticos dos artistas são informações de extrema importância para o mundo. Mais do que isso, a lingerie que a “Miss Bum Bum” está usando aguça os sentidos sexuais. E, ainda, frases polêmicas de pessoas que subsistem com a polêmica. Essa é a dinâmica do dia a dia em sites sobre celebridades.

O expoente da mídia sensacionalista artística é o craque Neymar. Seu Twitter virou a principal ferramenta de comunicação – talvez do mundo inteiro. É só o jogador publicar uma nova foto que, na sequência, a mesma estará postada com destaque na capa dos principais sites de notícias. E não interessa qual foto. Pode ser uma careta, um novo visual capilar ou alguma “maria chuteira” que pediu para o craque postar uma imagem em conjunto – aparecer é a alma do negócio.

O valor da notícia sobre celebridades é algo discutível. Se uma pessoa famosa descobriu que tinha câncer, há informação por sua notoriedade. Se um famoso leva seu carro ao mecânico, não. Entretanto, os dois casos são divulgados. Afinal, o que é relevante? Pegando como exemplo a revista Época, uma das mais tradicionais e respeitadas desse país, há de se avaliar a quantidade de “curtidas” no Facebook: 165 mil pessoas. Em contrapartida, o site de famosos do Yahoo já se aproxima de meio milhão de seguidores na rede social.

Seria nadar contra a maré criticar o jornalismo de celebridades. É um caminho crescente e em polvorosa. As pessoas ganham seu dinheiro caçando artistas em várias situações do dia a dia. Geralmente, as fotos mais bem remuneradas são as comprometedoras. Aos famosos, cabe entender de forma tranquila sua fama, a ponto de não enlouquecer – ou precisar de um coquetel de remédios para sobreviver.

A mídia, contudo, não nos oferece apenas notícias sobre celebridades. Ligo a televisão nessa terça-feira (19), em um canal de grande audiência da televisão brasileira, e vejo a derrocada da humanidade. O jogo era complexo: um homem, um transeunte da vida, teria uma oportunidade única de ganhar um dinheiro extra. Para tanto, todavia, deveria se submeter a um procedimento alimentício heterodoxo. Entre os pratos, testículos de bois, fígado e algumas carnes quase cruas. O objetivo era constranger o participante até que gorfasse ou desistisse. Ele desistiu, mas ganhou alguns mil reais.

Atualmente nos vemos de frente com um sério problema de conteúdo. É também por culpa dos meios de comunicação que a população elege palhaços, jogadores de futebol ou potenciais corruptos para o governo. Se, ao invés de mostrar uma pessoa vomitando, a TV provesse cultura, educação, o país seria bastante diferente. A comunicação, contudo, é feita de empresas, interesses particulares. O povo não é sua responsabilidade; sua audiência sim.

Não desejo generalizar, mas o lixo eletrônico está se propagando de forma preocupante. Queremos cidadãos conscientes ou moleques atrás de um computador?

Anúncios

Uma resposta »

  1. Maria Quiteria/Quita disse:

    Mas que é bom…é bom, saber das fofoquinhas das celebridades, não é? Eu, particularmente sou fã disso. Adoro saber quem está passeando na praia com seu rebento…ou quem está ficando com quem…ou quem trocou de namorado(a), ou de marido ou de mulher.Isso faz parte da vida. É a hora do “lazer”.As Maria-chuteiras então!!!!Achei que tivessem parado um pouco, mas acho que estão voltando, é só ver a ninfeta Bruna Marquesine dando beijocas no “lindão” e bota lindão nisso! o nosso craque da hora, o Neymar. É a vida meu amigo blogueiro. Bjs. Saudades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s